Economia

Desemprego subiu para os 6,7% em novembro de 2019

Números provisórios de novembro do INE indicam subida de 0,2% em relação a outubro. Previsões do Governo apontam para desemprego nos 6,4% no final de 2019 e uma redução para os 6,1% em 2020.

A taxa de desemprego provisória de novembro de 2019, anunciada esta quarta-feira, foi de 6,7%. Estes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) apontam para uma subida de duas décimas em relação aos meses anteriores de setembro e outubro (que registaram uma taxa de 6,5%) e o mesmo valor face ao mês homólogo de 2018.

Apesar deste crescimento do desemprego, as previsões do Governo mantêm-se optimista, uma vez que o Orçamento do Estado para 2020 incluiu uma previsão de taxa de desemprego de 6,4% para p último mês do ano passado. O mesmo documento antecipa uma redução para 2020, apontando para uma taxa de desemprego de 6,1%.

Para já, estão fechados os números de outubro de 2019, com a taxa de desemprego a situar-se em 6,5%, mantendo-se inalterada em relação à do mês anterior e à de três meses antes, tendo diminuído 0,1 pontos percentuais relativamente ao valor do mesmo mês de 2018 – um valor que representa uma revisão nula da estimativa provisória divulgada há um mês.

Comparando com o mês precedente, a população empregada diminuiu 3,2 mil pessoas (-0,1%) e a desempregada diminuiu 2,7 mil pessoas (-0,8%) para as 338,4 mil pessoas, anuncia o INE.