Sociedade

Homem diz ter visto Rosa Grilo e António Joaquim a matarem triatleta

Recorde-se que o corpo de Luís Grilo foi encontrado com sinais de violência e em adiantado estado de decomposição a 24 de agosto de 2018.

Foi entregue, esta sexta-feira, em tribunal, a carta de um homem que garante ter assistido ao homicídio de Luís Grilo, triatleta assassinado em 2018. A informação foi avançada esta terça-feira no programa Linha Aberta, da SIC.

Segundo a informação revelada no programa conduzido por Hernâni Carvalho, o homem conta que viu Rosa Grilo deferir uma paulada sobre Luís Grilo, e António Joaquim, o amante, a disparar dois tiros contra o triatleta. Na mesma missiva, o homem diz ainda que viu o corpo ser transportado numa carrinha branca Renault Kangoo.

De acordo com Hernâni Carvalho, a pessoa que enviou a carta é conhecido da justiça e foi testemunha no processo Casa Pia.

Recorde-se que o corpo de Luís Grilo foi encontrado com sinais de violência e em adiantado estado de decomposição a 24 de agosto de 2018, mais de um mês depois do seu desaparecimento. O Ministério Público  atribui o homicídio de Luís Grilo a Rosa Grilo, em coautoria com António Joaquim. Recorde-se que, nas alegações finais, o Ministério Público pediu a condenação dos arguidos a penas superiores a 20 anos, enquanto as defesas pediram a absolvição, apontando falhas à investigação da Polícia Judiciária.