Economia

Banco de Portugal obriga bancos a divulgar comissões e pede 'atenção' dos clientes

"Esteja atento e, em caso de dúvida, contacte a sua instituição", refere o Banco de Portugal.

O Banco de Portugal anunciou, esta quarta-feira, que os clientes com contas à ordem vão receber um documento relativo as comissões cobradas no ano de 2019, pelos serviços associados à conta, no mês de janeiro. "Esteja atento e, em caso de dúvida, contacte a sua instituição", refere o Banco de Portugal.

No documento devem constar informações como o valor total das comissões cobradas para todos os serviços prestados durante o ano anterior, a comissão cobrada por cada serviço e o número de vezes que o serviço foi usado, a taxa de juro aplicada à facilidade de descoberto (se o cliente tiver esse serviço contratado) ou a eventuais ultrapassagens de crédito, o montante total dos juros cobrados e a taxa de juro aplicada ao dinheiro depositado nessa conta à ordem e ainda o valor total dos juros auferidos pelo cliente no ano anterior.

Os clientes podem ter recebido o extrato de comissões através de uma carta, e-mail, o portal do banco online ('homebanking') ou na 'app' do banco, dependendo do acordo entre a instituição bancária e o cliente. 

Em caso de o extrato ser enviado online, o banco deve notificar os clientes através de um e-mail ou sms, referindo o local onde se pode consultar o documento.