Internacional

Rússia fecha fronteiras com a China

Tráfego rodoviário e ferroviário entre os dois países foi cortado à meia-noite e só voltará à normalidade a 1 de março.

A Rússia anunciou, esta quarta-feira, o encerramento da fronteira terrestre com a China ao tráfego rodoviário e ferroviário, na sequência do surto do novo coronavírus, que já matou 170 pessoas e infetou outras 7916.

O encerramento das fronteiras com a China, onde foi detetado o vírus, é uma tentativa da Rússia impedir a propagação do 2019-nCoV no seu país. A vice-primeira-ministra russa, Tatiana Golikova, comunicou que as ligações por fronteira terrestre foram cortadas à meia-noite e que só deverão voltar a ser reabertas a 1 de março.

Quanto à ligações aérea, Golikova disse que a decisão de encerrar ou não será tomada “nos próximos dias”.

Sublinhe-se que ainda não foram detetados casos do novo coronavírus em território russo, sendo que as autoridades estão a reforçar as medidas de prevenção nas fronteiras e a efetuar testes hospitalares a todos os viajantes procedentes da China.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem uma reunião de urgência esta quinta-feira, para determinar se será ou não declarada uma emergência de saúde pública internacional.