Internacional

Médico que tentou alertar o mundo para o novo coronavírus morre infetado

O Hospital Central de Wuhan confirmou a morte do oftalmologista.

Depois de várias incertezas sobre o estado de saúde do médico chinês que tentou alertar o mundo para o novo coronavírus mas foi silenciado pelas autoridades chinesas, o Hospital Central de Wuhan confirmou a morte do oftalmologista.

O hospital admite que Li Wenliang morreu às 2h58 da madrugada (hora chinesa). "Na luta para travar o surto de Coronavírus, o nosso oftalmologista Li Wenliang foi, infelizmente infetado. Li morreu depois de todos os esforços terem sido feitos para o ressuscitar. Lamentamos profundamente a sua morte", afirmou o hospital de Wuhan na sua conta oficial do Weibo. 

A Organização Mundial de Saúde já reagiu à morte do profissional de saúde. "Estamos profundamente tristes com a morte do Dr. Li Wenliang. Todos devemos relembrar o trabalho que fez pelo coronavírus", escreveu a OMS, no Twitter.

Recorde-se que esta tarde vários meios de comunicação chineses tinham noticiado a morte do médico mas o Hospital Central de Wuhan veio a público desmentir as notícias.