Internacional

Mãe aceitou conselhos de um grupo anti-vacinas do Facebook e filho de quatro anos morreu

Nenhum dos membros do grupo sugeriu que mulher seguisse recomendação médica ou que procurasse segunda opinião.

Uma mulher, do Colorado nos EUA, escreveu recentemente num grupo de Facebook, assumidamente anti-vacinas, que o médico tinha receitado ao seu filho de quatro anos, Tamiflu, um dos anti-virais mais utilizados para combater os sintomas da gripe, depois de este ter tido um episódio de febre e convulsões.

A mãe fazia questão de dizer que não tinha aviado a receita e pedia recomendações para aliviar os sintomas do filho. Naturalmente, das dezenas de comentários que o post desta mãe teve nenhum sugeria a toma do fármaco ou sequer nova consulta médica para uma segunda opinião.

Esta semana, soube-se que o menino de quatro anos tinha morrido de gripe, que este ano, segundo as autoridades de saúde norte-americanas, tem afetado de forma mais intensa as crianças. As taxas de hospitalização estão mais altas e até agora houve 68 mortes infantis, segundo a NBC.