Economia

Função Pública. Governo propõe aumentos de 7 euros para salários mais baixos

Governo reúne esta segunda-feira com estruturas sindicais da Função Pública.

A proposta do Governo foi conhecida na manhã desta segunda-feira e sugere um aumento de sete euros para os salários da função pública até 690 euros por mês. O valor ultrapassa o aumento de 0,3% da proposta inicial e deverá abranger cerca de 150 mil trabalhadores.

Durante esta segunda-feira, o Governo reúne com várias estruturas sindicais da função pública que têm exigido aumentos salariais e que são contra a primeira proposta apresentada pelo Governo. As estruturas consideram ainda inaceitável a proposta do Governo.

Para já, o aumento de sete euros corresponde a um crescimento de 1% para os salários até aos 690 euros. Mas para os restantes escalões, o aumento proposto continua a ser de 0,3%.

Ainda assim, a nova proposta continua a causar descontentamento. À saída da reunião com o Governo, Helena Rodrigues, do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado, garantiu estar insatisfeita e informou estar agendada uma reunião para a próxima segunda-feira, altura em que o sindicato apresentará uma contraproposta.

“Estamos com a sensação que o Governo não quer negociar, que está apenas a fazer uma encenação, mas temos de esgotar todas as possibilidades”, disse.