Cultura

Quadro da portuguesa Vieira da Silva leiloado por quase dois milhões de euros em Londres

Tela foi composta durante a Segunda Guerra Mundial.

Uma das pinturas mais importantes da portuguesa Maria Helena Vieira da Silva foi leiloada, esta terça-feira, em Londres, por 1,9 milhões de euros. A obra, L’Incendie II, ou Le Feu (1944), foi criada durante o exílio da pintora no Brasil devido à Segunda Guerra Mundial.

A pintura tinha uma base de licitação de 1,4 milhões de euros, num leilão promovido pela leiloeira Sotheby’s e foi arrematada por 1,635 milhões de libras (1,939 milhões de euros). Até ao início dos anos 90 permaneceu na coleção pessoal da pintora, que executou a obra durante o seu exílio no Rio de Janeiro, para onde foi obrigada a fugir em 1940 com o marido judeu, Árpad Szenes, e onde produziu 22 pinturas. Na tela surge uma cidade em chamas, os seus habitantes confinados a casas engolidas pelo fogo, e uma coluna de soldados, numa referência à guerra.

Em março de 2018, tinha sido vendida uma pintura semelhante, a L’Incendie I pelo valor recorde de 2,3 milhões de euros.

Vieira da Silva morreu em 1992 em Paris.