Sociedade

Mais de 2000 queixas por violência no namoro

De acordo com os números divulgados pela PSP, a maioria das vítimas são mulheres, “na faixa etária dos 18 aos 24 anos”. 

A PSP divulgou esta quinta-feira, véspera do Dia dos Namorados, o número de denúncias de violência no namoro registadas em 2019. Só no ano passado, foram feitas “mais de 1200 denúncias de violência entre ex-namorados e 900 denúncias em casos entre namorados”, pode ler-se em comunicado. A PSP, que deu início esta semana a uma operação de sensibilização, reforçou que o objetivo de criar ações é colmatar algumas falhas de perceção por parte dos jovens. 

MAIS VÍTIMAS MULHERES 

De acordo com os números divulgados pela PSP, a maioria das vítimas são mulheres, “na faixa etária dos 18 aos 24 anos”. Entre os homens, as vítimas têm maioritariamente entre os 25 e os 34 anos. No cômputo geral, a faixa etária mais afetada está situada também entre os 25 e os 34 anos.

“No namoro não há guerra” 

A PSP iniciou, por isso, na terça-feira uma operação contra a violência no namoro, de norte a sul do país, com o intuito de sensibilizar os alunos do 3.º ciclo do ensino básico e secundário e promover a prevenção da violência nesses casos. “Num dia especial, que se pretende repleto de sentimento, a PSP não fica indiferente”, lê-se no comunicado. A PSP refere ainda que esta operação - “No Namoro não há Guerra” - decorre até 19 de fevereiro.