Sociedade

Rosa Grilo pede exumação do cadáver de Luís Grilo

Segundo a suspeita do homicídio de Luis Grilo, existe uma lesão no osso da cabeça que não foi analisada.

Rosa Grilo pediu, esta terça-feira, em tribunal, a exumação do cadáver do triatleta Luís Grilo, contestando assim o resultado da autópsia e alegando que existe uma lesão no osso da cabeça que não foi analisada, avançou o Correio da Manhã. Segundo a suspeita do homicídio de Luis Grilo, existiram dois tiros que levaram à morte do homem.

O Ministério Público alega que a teoria de Rosa Grilo não faz sentido e que a autópsia anterior confirma que não ocorreram dois tiros.  O médico legista apresentou o relatório e na altura não foi questionado em tribunal, logo, o mesmo afirma  que não faz sentido a repetição da exumação do cadáver, visto não justificar o atraso e a diligência.

A mulher do triatleta Luís Grilo, que está atualmente em prisão preventiva por suspeita de ter assassinado o marido, diz  que o crime foi cometido na cozinha da sua própria casa, à sua frente e que a vítima lhe caiu no colo. Dois homens entraram em casa do casal, balearam o marido na cabeça que estava amarrada a uma cadeira. Rosa Grilo alega que se tratava de dois angolanos e “um indivíduo branco”.