Economia

Tecnológica portuguesa quer contratar mais de 300 colaboradores em 2020

A OutSystems, empresa líder do mercado de plataformas low-code para o desenvolvimento rápido de aplicações, vai reforçar a sua estrutura, até ao final deste ano, com mais 300 novos colaboradores.

As vagas atuais são maioritariamente para posições em Portugal nas áreas de software engineering (developers, technical leads, software architects, product managers), inteligência artificial e data (AI researchers, AI scientists, data analysts, data engineers, data scientists), cloud e administração de sistemas (devops, site reliability engineers), e UX/UI (user experience e user interface).

De acordo com Mafalda Vasquez, Head of Talent Acquisition EMEA da OutSystems, “a falta de developers face à procura mundial tem pressionado o mercado tecnológico no que toca ao desenvolvimento célere de aplicações web e mobile que respondam às necessidades de transformação digital de empresas por todo o mundo, de todos os setores. A nossa solução tecnológica é, por isso, uma das mais importantes neste contexto, pois permite acelerar esta transformação e garantir um maior retorno às empresas".

Esta tendência, que tem sido o motor do sucesso da OutSystems e da expansão internacional em dezenas de novos países, acelera a necessidade de acompanhar a atração, captação e retenção de talento, sobretudo para as áreas de engenharia e produto. 

“Procuramos talento que esteja alinhado com a mensagem de um produto que não tem limites, pela sua agilidade, rapidez e impacto na sociedade. Trabalhar na OutSystems é estar numa organização com um sentimento de propósito e missão, a noção de que estamos a querer resolver um problema no mundo com a vantagem (e a responsabilidade) de sermos líderes neste segmento de mercado low-code. Procuramos, por isso, talento que tenha a capacidade de abraçar um desafio global, complexo e fascinante, num contexto de permanente aceleração e mudança, numa organização que se tornou um emblema do Portugal Tech no mundo, sustentada por uma visão, uma missão e uma cultura clara e consistente”, reforça Mafalda Vasquez.