Internacional

OMS dirige-se aos jovens: "Vocês não são invencíveis. O coronavírus pode deixar-vos no hospital durante semanas, ou mesmo matar-vos"

Wuhan teve o primeiro dia sem novos casos desde o início da pandemia. Número de infectados em todo o mundo desde o início da pandemia ultrapassava já os 265 mil. Também o número de vítimas mortais da covid-19 subiu para 11 mil.

Esta quinta-feira foi o primeiro dia em que não houve registo de novas infeções pelo novo coronavírus na província chinesa de Wuhan, anunciou o diretor-geral da OMS na conferência de imprensa desta-sexta-feira. “Trazemos boas notícias: pela primeira vez, ontem não houve casos reportados na província de Wuhan”, afirmou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde na conferência de imprensa da tarde desta sexta-feira, em Genebra. 

Tedros Ghebreyesus saudou a forma como o setor privado se se tem disponibilizado para ajudar as autoridades de saúde  dos países no combate à pandemia do novo coronavírus. E relembrou que apesar de serem os mais velhos os afetados pela covid-19, os mais jovens são um veículo de transmissão do vírus, pelo que as suas atitudes “podem significar a diferença entre vida e morte para outras pessoas”. 

“Tenho uma mensagem para os jovens. Vocês não são invencíveis”. E alertou: “O coronavírus pode deixar-vos no hospital durante semanas, ou até mesmo matar-vos. Mesmo que não adoeçam, as escolhas que fazem podem fazer a diferença entre a vida ou a morte para outra pessoa qualquer”.

Ghebreyesus  sublinhou ainda que há uma percentagem significativa de infectados abaixo dos 50 anos e que “os mais novos não são poupados”.

Nesta sexta-feira o número de infectados em todo o mundo desde o início da pandemia ultrapassava já os 265 mil. Também o número de vítimas mortais da covid-19 subiu para 11 mil. Só em Itália, onde morreram 627 pessoas nas últimas 24 horas. Mais de 4 mil pessoas morreram vítimas da pandemia naquele país.