Vida

Em plena pandemia mundial, idosos continuam a encontrar-se na fronteira

Os idosos cumprem a distância de segurança recomendada pelas autoridades de saúde.

Numa época em que todo o mundo combate contra o coronavírus, várias pessoas lutam também para manter o contacto uns com os outros, num mundo diferente, onde se deve evitar sair de casa e estar próximas dos ente queridos. 

Inga Rasmussen tem 85 anos e mora na Dinamarca. Karsten Tüchsen Hansen tem 89 anos e mora na Alemanha. Os idosos pertecem ao grupo de risco e devem por isso manter as regras de distanciamento social mais do que qualquer outro grupo etário. No entanto, ambos decidiram não deixar a sua relação de amizade morrer devido ao aparecimento da covid-19.

Conheceram-se há dois anos e desde aí que se encontram diariamente. E decidiram que isso não podia mudar com o aparecimento da doença. Para garantirem que estão a cumprir as regras impostas pelos dois países e a salvaguardar a sua saúde, o casal encontra-se diariamente na fronteira perto de Aventoft, na Alemanha, e de Tonder, na Dinamarca, onde conversam durante horas e bebem um copo, cada um do seu lado da fronteira e cumprindo a distância de segurança recomendada.