Cultura

Artesjuntxs. Artistas unem-se em apelo para pagamento de atividades canceladas

Movimento integra o Artistas 100%, o Podemos Estar Juntos e os Produtores das Artes do Espetáculo, entre outros.

Um conjunto de trabalhadores do setor artístico uniu-se no movimento Artesjuntxs, num apelo para que sejam adotadas medidas de emergência excecionais para o setor artístico, fortemente afetado pela pandemia do novo coronavírus. O Artesjuntxs integra o Artistas 100%, o Podemos Estar Juntos e os Produtores das Artes do Espetáculo, entre outros movimentos.

Catarina Requeijo, encenadora que integra os Artistas 100%, explicou, citada pela agência Lusa, que o objetivo do novo movimento é, numa primeira fase, mapear a nova realidade de artistas, produtores e estruturas para de seguida endereçar um conjunto de cartas aos organismos e instituições que tinham contratos com artistas e produtores que tiveram de ser cancelados devido à pandemia de covid-19.

Um dos objetivos do Artesjuntxs é garantir que todos os que viram as suas produções canceladas sejam pagos de acordo com os valores acordados originalmente. Até porque, detalha, nalguns casos não será possível reagendar os espetáculos entretanto cancelados.

"Os planos de contingência acionados devido ao avanço do novo coronavírus por todo o mundo exigem a implementação de medidas de emergência excecionais, tão excecionais como o tempo em que vivemos", sublinha o movimento que pretende "sensibilizar os responsáveis pelas entidades públicas e privadas" do ramo das artes "para a implementação de medidas de emergência neste quadro".