Economia

Preço da construção das casas abrandou em fevereiro

Os custos da construção das casas registaram um aumento de 2,2%, inferior em 0,4%, em comparação com o mês anterior.

Os custos da construção das casas registaram uma desaceleração em fevereiro, anunciou esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). Apesar do aumento de 2,2%, o aumento neste período foi inferior em 0,4%, em comparação com o mês anterior.

Os dados o índice de custos de construção da Habitação Nova (ICCHN) acrescentam que os preços dos materiais diminuíram 0,4%, face ao aumento de 0,2% no mês anterior, enquanto o custo da mão-de-obra aumentou 5,9% em fevereiro, o que representou menos 0,1%. do que em janeiro.

Em termos de variação em cadeia, a taxa de variação mensal do ICCHN foi nula em fevereiro, enquanto o custo dos materiais registou uma variação negativa de 0,3% e o custo da mão-de-obra de 0,3%. A componente de mão-de-obra contribuiu com 0,2% para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN. Já os materiais apresentaram uma contribuição negativa de 0,2%, de acordo com o relatório do INE.