Sociedade

Avião fretado aterra em Lisboa com 65 ventiladores e equipamento médico

Material foi comprado pelo Governo a uma empresa chinesa.

Um avião fretado aterrou, este domingo, em Lisboa, com sessenta e cinco ventiladores comprados pelo Governo português a uma empresa chinesa, juntamente com outro equipamento médico, incluindo máscaras de proteção respiratória.

Segundo fonte da embaixada portuguesa, citada pela agência Lusa, a entrega dos ventiladores estava prevista realizar-se na semana passada. Contudo, face à "forte competição entre Estados pelo acesso a equipamento" e "interrupções nas cadeias de fornecimento", a produção atrasou-se.

"Todas as diligências junto de diversas entidades têm sido feitas no sentido de garantir, neste quadro adverso, a entrega dos equipamentos dentro da janela temporal adequada às necessidades médicas do nosso país", disse a mesma fonte.

Recorde-se que há cerca de uma semana, a ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu que a entrega de 508 ventiladores encomendados à China estava atrasada.