Internacional

OMS faz alerta: "Beber álcool não mata a covid-19. Pelo contrário"

OMS pede às pessoas que minimizem o consumo de álcool.


A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou para o facto de “a ingestão de bebidas alcoólicas não” matar o novo coronavírus e enfraquecer o sistema imunitário.

Em comunicado, a OMS pede aos países que limitem o consumo de álcool. "Em tempo de quarentena, devido à pandemia de covid-19, o consumo de álcool pode exacerbar a vulnerabilidade da saúde, a adoção de comportamentos de risco, problemas mentais e violência", alerta, desmistificando as teorias de que "beber mata a covid-19" ou "torna as pessoas imunes".

"O consumo de álcool está associado a vários tipos de doença e distúrbios mentais, que podem fazer com que a pessoa fique mais vulnerável ao novo coronavírus. Mais concretamente, o álcool compromete o sistema imunitário e aumenta o risco de outras complicações. Desta forma, as pessoas devem minimizar o consumo de álcool, especialmente durante a pandemia", lê-se.