Sociedade

Diretor-geral da OMS agradece contributos de Portugal

Questionado sobre muitos países estarem a levantar medidas de restrição nos países, apesar de continuarem a ser registados novos casos diariamente, Tetros afirma que a OMS avisou cedo os líderes para a pandemia que o mundo atravessa, mas não os pode obrigar a manterem as restrições. 

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS),Tedros Adhanom Ghebreyesus, agradeceu, esta segunda-feira, o contributo de Portugal no combate à covid-19. "No final desta semana, a OMS lançará o  seu segundo plano estratégico de preparação e resposta à covid-19, com uma estimativa dos recursos necessários para o próximo estágio da resposta global. Gostaria de agradecer à China,a Portugal e ao Vietname pelas suas contribuições recentes", afirmou Tetros

O diretor da OMS anunciou ainda que irá reunir-se com deputados de vários países, através de um webniar , esta terça-feira, com o intuito de "reforçar medidas a nível internacional e aumentar a resiliência". Na visão de Tetros, é a "unidade nacional a fundação para a solidariedade global". "Se não estivermos unidos o vírus vai explorar as fraturas entre nós", defende.

Questionado sobre muitos países estarem a levantar medidas de restrição nos países, apesar de continuarem a ser registados novos casos diariamente, Tetros afirma que a OMS avisou cedo os líderes para a pandemia que o mundo atravessa, mas não os pode obrigar a manterem as restrições.