Sociedade

Costa garante que Portugal não vai impor quarentena a turistas

Primeiro-ministro diz estar "sem pressas" para a reabertura da fronteira terrestre com Espanha, que o seu homólogo manifestou já intenção de manter fechada até 15 de julho.

António Costa disse nesta sexta-feira que não haverá em Portugal quarentena obrigatória para turistas que venham de fora do país.

“Em Portugal Continental não vigorou, não vigora e nem pretendemos que venham a vigor normas de quarentena. Têm sido única e exclusivamente adotadas pelas Regiões Autónomas. Nunca o Governo da República as adotou e nunca as irá adotar", disse o primeiro-ministro questionado sobre o tema durante a conferência de imprensa que se seguiu à reunião do Conselho de Ministros desta sexta-feira, em que apresentou as medidas para a terceira fase do desconfinamento, que se inicia na próxima segunda-feira. 

No que diz respeito à reabertura da fronteira terrestre com Espanha, que Pedro Sánchez quer que permaneça fechada até 15 de julho, Costa disse que o Governo está “sem pressas”, lembrando que a fronteira está aberta para o transporte de mercadorias, para trabalhadores fronteiriços e também para os emigrantes que a queiram atravessar para vir a Portugal: “Respeitamos integralmente a sua vontade de não proceder à reabertura antecipada de fronteiras”.