Economia

Finlândia chumba proposta de Bruxelas para criação de fundo de recuperação

Comissão Europeia propôs criação de fundo comunitário de recuperação no valor de 750 mil milhões de euros para ajudar a superar impacto da pandemia.

O parlamento finlandês chumbou esta sexta-feira a proposta da Comissão Europeia para criar um fundo comunitário de recuperação de 750 mil milhões de euros, que tinha como objetivo a superar o impacto económico causado pela pandemia de covid-19.

A partir de dia 19, os 27 membros da União Europeia pretendem negociar a proposta de Bruxelas que prevê que este fundo possa ser gasto até 2024 e ainda um orçamento para o período de 2021-2027, de 1,1 bilião de euros, para compensar o impacto económico da crise.

O objetivo do Governo finlandês é reduzir a validade do plano de recuperação e ainda o prazo máximo para os empréstimos aos países, que actualmente tem o prazo de 30 anos.

“No que diz respeito ao Fundo de Recuperação, a Grande Comissão [comissão parlamentar responsável pelas políticas europeias da Finlândia] considera que a posição prudente do Governo sobre a proposta coincide com a estratégia da Finlândia, para o longo prazo e, portanto, é a forma mais apropriada de enfrentar esta fase de negociações”, explicou a comissão parlamentar em comunicado.

A comissão defende ainda que os mecanismos de subvenções e empréstimos devem estar relacionados com o princípio de responsabilidade pelas suas economias, tendo com consideração a sustentabilidade da dívida pública, estabilidade do euro e crescimento económico.