Internacional

Quase oito mil casos confirmados nas últimas 24 horas na Rússia

Apesar de as autoridades de saúde russas justificarem o elevado número de casos diários com o número de testes, muitos duvidam que seja disto que se trata e acusam o Governo russo de estar a ocultar factos relacionados com a mortalidade por covid-19 no país.

Nas últimas 24 horas foram confirmados mais 7.972 casos de covid-19 na Rússia, elevando o número de pessoas infetadas desde o ínicio da pandemia para 569.063.

Foram ainda registadas mais 181 mortes. Ao todo, já morreram 7.841 pessoas no país liderado por Vladimir Putin. 10.443 foram consideradas recuperadas desde o balanço anterior. No total, 324.406 já venceram a covid-19 na Rússia.

Apesar de as autoridades de saúde russas justificarem o elevado número de casos diários com o número de testes, muitos duvidam que seja disto que se trata e acusam o Governo russo de estar a ocultar factos relacionados com a mortalidade por covid-19 no país, devido à grande diferença entre o número de casos e o número de vítimas mortais. No entanto, Putin já explicou que apenas as pessoas que morrem devido ao novo coronavírus e não infetadas com o novo coronavírus entram na contabilização dos óbitos do boletim.