Internacional

UE reabre fronteiras a 15 países

Estados Unidos, Rússia e Índia e Brasil ficam de fora.

Os Estados-membros da União Europeia (UE) decidiram esta terça feira reabrir as fronteiras externas a partir de amanhã, 1 de julho, a 15 países. A UE tomou esta decisão com base em quais destes países apresentavam situações de propagação da pandemia consideradas satisfatórias.

Assim, é permitida a entrada de pessoas vindas da Argélia, Austrália, Canadá, Geórgia, Japão, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Coreia do Sul, Tailândia, Tunísia, Uruguai e China. No caso da China, a entrada apenas será permitida quando existir reciprocidade, ou seja, quando o país asiático abrir fronteiras à UE.

Atendendo à situação epidemiológica atual, a UE ainda não deu luz verde para a retoma de ligações com países como Estados Unidos, Rússia e Índia e Brasil. Também os Países Africanos de Língua Portuguesa e Timor-Leste ficam de fora desta lista.

A lista tem vindo a ser discutida nos últimos dias pelos embaixadores dos 27 países, em Bruxelas, e foi hoje adotada formalmente por escrito.