Vida

Paris Jackson fala abertamente sobre sexualidade: "Namorei com um homem que tinha uma vagina"

Filha de Michael Jackson abordou a forma como o pai foi importante na descoberta da sua orientação sexual.

Paris Jackson falou abertamente sobre a sua sexualidade e recordou a forma como o pai, Michael Jackson, a ajudou nesse campo da sua vida, ainda na infância.

Na série documental 'Unfiltered: Paris Jackson & Gabriel Glenn', Paris explica que se considera homossexual, embora neste momento esteja a namorar com um rapaz e a definição que faz da sua orientação sexual não seja a mais correta.

“Eu digo que sou homossexual porque eu acho que sou, mas não me considero bissexual porque namorei mais do que apenas homens e mulheres. Namorei com um homem que tinha uma vagina. Não tem nada a ver com o que está nas tuas calças, mas com o que és como pessoa”, começou por dizer.

Segundo Paris, Michael Jackson percebeu indícios da sua orientação sexual ainda em criança. “Acho que ele sentiu a energia e brincava comigo da mesma maneira que brincava com os meus irmãos, tipo, [ele dizia] ‘encontraste uma namorada’, se eu estivesse a olhar muito para uma revista com uma mulher”, recordou. “Tenho muita sorte de ter tido isso, especialmente tão nova, com oito ou nove anos. Poucas crianças têm essa experiência”, acrescentou.

No entanto, a modelo e atriz, de 22 anos, admite que o mesmo não aconteceu quando se assumiu perante a família, já depois da morte do pai.

“Eles não acreditaram em mim (…) A homossexualidade ainda é um tabu na comunidade negra”, disse.

Atualmente, Paris namora com Gabriel Glenn, com quem tem um duo musical, e diz que vê no namorado um abrigo.

“Nunca pensei que acabaria com um rapaz. Pensei que acabaria por me casar com uma rapariga. Namorei com mais mulheres do que homens, estive com mais mulheres”, admitiu.