Internacional

Quase 300 mil pessoas estão confinadas em Espanha

Depois de ter sido confinada a região de Segria, na Catalunha, Alberto Núñez Feijóo anunciou que também a cidade de Luga, na Galiza, tem agora novas restrições.

O autarca de A Mariña, Alberto Núñez Feijóo, anunciou, este domingo, o confinamento da cidade de Luga, na Galiza. A medida vai decorrer durante, pelo menos cinco dias, mas os autarcas já admitiram a possbilidade de prolongar as restrições.

A medida tem como objetivo evitar a propagação do contágio, depois de ter surgido um surto com mais de cem casos na cidade. Segundo Núñez Feijóo contou à publicação espanhola El Mundo, o surto teve origem em dois ou três bares da localidade. Serão  limitados e reduzidos os horários de todos os serviços públicos e privados.

O confinamento da cidade acontece no dia seguinte de Quim Torra, presidente da região da Catalunha, ter anunciado o confinamento em torno da cidade Lérida, devido à multiplicação dos casos de contágio do novo coronavírus.

"Decidimos confinar a zona de Segria [nos arredores de Lérida] com base nos dados que confirmam um crescimento muito importante do número de contágios de covid-19”, afirmou, no sábado, o independentista. As entradas e saídas da região estão restringidas, assim como estão proibidos ajuntamentos com mais de 10 pessoas. Esta medida envolve o confinamento de cerca de 200 mil pessoas.

Não adiantando números, Torra afirmou que tinham sido detetados, na altura, nove focos de contágio. Espanha contabiliza um total de 28 385 mortes e 250.545 casos de Covid-19.