Internacional

Sete em cada cem pessoas testadas nos EUA tem covid-19

País ultrapassou, esta quarta-feira, os três milhões de infetados.

Os Estados Unidos ultrapassaram, esta quarta-feira, os três milhões de infetados com covid-19. Segundo a Universidade John Hopkins, um milhão de pessoas ficou infetada em menos de um mês.

"Neste momento, testámos mais de 39 milhões de americanos. Entre eles, mais de três milhões estavam positivos e mais de 1,3 milhões recuperaram", afirmou o vice-Presidente dos EUA, Mike Pence. O número oficial de pacientes infetados significa que em cada 100 pessoas testadas, sete dão positivo para a covid-19.

No total, o país registou 3.009.611 pessoas infetadas, das quais 131.521 morreram. Mike Pence salientou ainda que as zonas de maior preocupação encontram-se nos estados do Arizona, da Flórida e do Texas, mas que a percentagem de pessoas que testa positivo está a estabilizar.

"Vamos continuar a fazer o que temos feito, porque estamos a ver os primeiros sinais", disse.

Recorde-se que os Estados Unidos oficializaram a saída da Organização Mundial de Saúde esta terça-feira. Um dia depois, o Governo alemão considerou que saída é um "revés para a cooperação internacional" e defende que a agência da ONU deve ser apoiada.

"As epidemias globais mostram que precisamos de mais cooperação internacional para combater a pandemia", disse Martina Fietz, porta-voz do Governo de Angela Merkel, durante uma conferência de imprensa em Berlim.

Mike Pompeo, chefe da diplomacia norte-americana já respondeu, justificando a saída por considerar que a OMS é um organismo "essencialmente incompetente".