Internacional

Estátua de Melania Trump na Eslovénia foi incendiada no 4 de julho

"Quero saber porque fizeram isto", disse artista que encomendou a obra.


Uma escultura de madeira da primeira-dama dos EUA, Melania Trump, localizada na Eslovénia, perto de sua cidade natal, foi incendiada na noite de 4 de julho, data em que os EUA assinalam a sua independência.

O norte-americano Brad Downey que encomendou a estátua, feita de madeira, a um artista local disse à Reuters que o informaram do incidente no dia 5 de julho e que foi de imediato remover a escultura, que estava desfigurada.

"Quero saber porque fizeram isto", disse Downey, lembrando que encomendou a obra, feita com uma motosserra por Ales Zupevc, na tentativa de abrir um diálogo sobre a situação política nos EUA, nomeadamente sobre a posição de Donald Trump, casado com Melania Trump, natural da Eslovénia, sobre a imigração.

Questionada pela Reuters sobre o incêndio, a porta-voz da polícia, Alenka Drenik, disse: "A investigação neste caso ainda não foi concluída, portanto não podemos revelar detalhes".