Sociedade

Dois bombeiros ficam feridos no combate às chamas em Chaves

O alerta foi dado às 13h37. 

Um incêndio deflagrou, esta quinta-feira, em Vila Verde da Raia, em Chaves. Segundo o jornal Correio da Manhã, a maior dificuldade no combate ao incêndio é o vento forte.

As chamas já terão, segundo a mesma publicação, destruído alguns armazéns e barracões locais e dois bombeiros ficaram feridos no combate às chamas que, segundo a Proteção Civil, junta 256 operacionais nesse mesmo local.

O incêndio, que está a ser combatido com a ajuda de quatro meios aéreos, localiza-se numa zona de arvoredo e terá várias projeções, segundo o Comandante Distrital de Operações de Socorro de Vila Real.

O alerta foi dado às 13h37. Segundo o Correio da Manhã, o presidente da Câmara de chaves, Nuno Vaz afirmou que “estranhamente” o incêndio teve “três a quatro focos iniciais”, o que levará a suspeitar de “ação criminosa.

"O combate está sobretudo centrado na defesa e proteção das habitações. O comando tem mobilizado recursos e meios no sentido de garantir que as vidas humanas e as habitações destas populações não são afetadas. Tem sido aí o foco principal", afirmou, acrescentando que a situação inspira “muitos cuidados”.