Vida

Diretor do Spotify diz que não será suficiente lançar um álbum a cada quatro anos e é chamado de "ganancioso"

"Estou cansada de beijar o rabo a estas empresas, que me exploram e aos outros compositores", escreveu a cantora Nadine Shah.


O diretor executivo do Spotify afirmou, numa entrevista à MusicAlly, que os artistas têm de “fazer mais”, lançando mais canções e álbuns por ano, depois de a plataforma ter sido acusada de não pagar devidamente aos músicos.

 "Há aqui uma falácia, combinada com o facto de que, obviamente, alguns artistas que foram bem sucedidos no passado podem não o ser no futuro, onde não se irá poder gravar um disco a cada 3 ou 4 anos e pensar que é suficiente", afirmou Daniel Ek.

Depois destas declarações, os artistas não tardaram a reagir. No Twitter, Mike Mills, baixista dos R.E.M., partilhou as declarações de Daniel Ek e escreveu: “Vai-te lixar”. Também Nadine Shah se levantou contra o sueco. "Estou cansada de beijar o rabo a estas empresas, que me exploram e aos outros compositores", escreveu na mesma rede social. "Precisamos que toda a comunidade musical, fãs incluídos, se junte e exija mudanças". Já o guitarrista David Crosby acusou Ek de ser “ganancioso”.

Na mesma entrevista, Daniel Ek afirmou ainda que “em privado” muitos dos artistas elogiavam a plataforma e que “em público não tinham incentivo para o fazer”. “No entanto, os dados mostram que há cada vez mais artistas capazes de viver apenas do streaming", afirmou.