Economia

Dívida pública atinge novo recorde e ultrapassa os 264 mil milhões em julho

Banco de Portugal diz que “para este aumento contribuíram essencialmente as emissões de títulos de dívida”.

A dívida pública na ótica que interessa a Bruxelas – a de Maastricht – voltou a subir no mês de julho, registando um aumento de 4911 milhões de euros, para os 264.665 milhões de euros. Os dados foram avançados esta terça-feira pelo Banco de Portugal (BdP) e este valor é o mais elevado de sempre do stock do endividamento público.

Segundo o Banco de Portugal, “para este aumento contribuíram essencialmente as emissões de títulos de dívida no valor de 4,6 mil milhões de euros”, com destaque para “uma emissão sindicada de uma obrigação do Tesouro realizada pela República Portuguesa de 4 mil milhões de euros”.

Os dados da instituição liderada por Mário Centeno revelam ainda os ativos em depósitos das administrações públicas registaram um crescimento de 2,4 mil milhões de euros. “Assim, a dívida pública líquida de depósitos aumentou 2,5 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 245,4 mil milhões de euros”, diz o BdP.

Recorde-se que em junho, a dívida pública chegou aos 259,8 mil milhões de euros, um valor inferior em 4,6 mil milhões de euros face ao mês anterior.