Sociedade

Santuário de Fátima já não vai despedir trabalhadores

Um plano elaborado pela Conferência Episcopal Portuguesa permitirá manter os postos de trabalho de cerca de 50 pessoas.

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) aprovou, esta terça-feira, um plano que permite a manutenção dos postos de trabalho no Santuário de Fátima que a instituição tinha anunciado que iam acabar.

Recorde-se que, para além dos 44 trabalhadores que já tinham sido dispensados, o Santuário de Fátima preparava-se para dispensar até 50 trabalhadores.

A redução de peregrinos consequentemente da pandemia de covid-19 terá tido, segundo a porta-voz da instituição, “um impacto direto na gestão financeira do santuário”. Por opção do santuário, as contas da instituição não são apresentadas desde 2006.