Sociedade

Tentou matar mulher por não aceitar divórcio

Homem ficou em prisão preventiva.

A Polícia Judiciária(PJ), em cumprimento de mandado de detenção emitido pelo DIAP de Guimarães, procedeu à detenção, fora de flagrante delito, de um homem de 56 anos suspeito da prática de crimes vários crimes de violência doméstica e um crime de homicídio na forma tentada.

Em comunicado, esta segunda-feira, a autoridade revela que “a violência física e verbal exercida sobre a ofendida decorreu durante o ano de 2020, sendo que, há cerca de oito dias, o arguido terá utilizado uma arma branca com a qual tentou golpear a vítima no pescoço”.

Os factos ocorreram num quadro de separação que o arguido não aceitava.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial e foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.