Sociedade

Portuguesa em prisão preventiva na Suíça por maus tratos na creche onde trabalhava

Mulher foi detida no início do mês.

Uma portuguesa, de 41 anos, está em prisão preventiva, na Suíça, acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano.

Em comunicado, o Ministério Público do Ticino, na Suíça Italiana, revela que a portuguesa foi detida na primeira semana de setembro, bem como outra mulher, de 24 anos, de nacionalidade suíça, que trabalhava na mesma creche. Ambas foram colocadas em prisão preventiva após interrogatório judicial.

Segundo a mesma nota, as mulheres são acusadas de danos corporais simples, agressão e violação do dever de assistência e educação, incluindo gestos súbitos e linguagem inadequada.

As mulheres foram detidas depois de a polícia instalar um sistema oculto de vigilância nas instalações após uma denúncia de maus tratos pelos pais de vários bebés.