Tecnologia

PM espanhol não afasta Huawei do 5G

Sánchez adiantou que país está a negociar com várias empresas, incluindo a chinesa Huawei.

Espanha, ao contrário de outros países europeus, parece estar a contar com a chinesa Huawei para a implementação da tecnologia 5G. Recentemente, o presidente do Governo espanhol deu a entender que não ‘vetará’ a utilização de equipamentos de telecomunicações de fabricantes chineses nas redes dos operadores espanhóis.

Pedro Sánchez sublinhou, durante a XXXI Cimeira Hispano-Lusa que se realizou no fim-de-semana em Portugal, que Espanha está a trabalhar com várias empresas incluindo a Huawei.

“A Telefónica, uma das principais corporações de tecnologia, garantiu que, até o final deste ano, 75% do território espanhol terá acesso à tecnologia 5G. E estamos a fazer isso com diversas empresas estrangeiras, não só com a Huawei , mas também com a Nokia e outras empresas europeias e americanas ”.

Sánchez prometeu continuar a “apostar e diversificar estas alianças com outras operadoras, não só do nosso continente, mas também da China”.

Sublinhe-se, no entanto, que o primeiro-ministro não adiantou em que medida ou em que parte das redes poderia recorrer a equipamentos da Huawei, mas as suas declarações podem ser interpretadas como uma porta aberta para a empresa chinesa, que está a ser alvo de uma espécie de boicote, motivado em força por pressões norte-americanas.