Sociedade

Cinco doentes e três funcionários do Hospital de Faro testam positivo à covid-19

Nenhum dos serviços foi encerrado mas a delegada de Saúde do Algarve admite que o normal funcionamento dos mesmos é “impossível”. 

Cinco doentes e três funcionários do hospital de Faro testaram positivo ao novo coronavírus, segundo declarações da delegada de saúde regional do Algarve, Ana Cristina Guerreiro, durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira. 

A primeira pessoa a testar positivo à covid-19 foi um funcionário da Ortopedia, no sábado. Depois, no domingo, os dois enfermeiros da Medicina 1 conheceram o resultado do teste de despiste que também teve resultado positivo. Já na terça-feira, os cinco utentes souberam que também estavam infetados.

Questionada pelos jornalistas sobre a origem do surto, a delegada de Saúde do Algarve afirma que a situação está a ser investigada, mas afastou a hipótese que seja por falta de testagem aos utentes antes de estes serem internados. "O que acontece na maior parte das vezes nos casos hospitalares é que as pessoas se infetam lá fora", afirmou Ana Cristina Guerreiro, referindo que esta tem sido uma realidade “desde o início da pandemia”.

A delegada afirmou ainda que nenhum dos serviços foi encerrado mas admite que o normal funcionamento dos mesmos é “impossível”, por haver “menos recursos e uma investigação em curso”.