Sociedade

Efemérides de 5 Novembro de 2020

2008 A maioria parlamentar socialista aprovou há 12 anos a proposta do Governo (de Sócrates) de nacionalização do Banco Português de Negócios (BPN), com os votos contra de todas as bancadas da oposição.

Efemérides de 5 Novembro de 2020

1605 Foi descoberta há 415 anos a "conspiração da pólvora", para destruição do Parlamento inglês, preparada por Guy Fawkes, com católicos que pretendiam assassinar o Rei Jaime VI.

1911 A Itália anexou há 109 anos Trípoli e Cirenaica, atual Líbia, na Guerra com o Império Otomano (1911-12).

1970 Foi publicada há 50 anos a revolucionária reforma da Missa católica, aprovada no âmbito do Concílio Vaticano II (1962-65) convocado por João XXIII (1958-63) e terminado já com Paulo VI (1963-78).

1981 Começou há 39 anos, em Madrid, a primeira Cimeira Ibero-Americana de cooperação económica.

1990 A CEE rejeitou em bloco, há 30 anos, negociações com o governo de Bagdad sobre os reféns retidos no Iraque.

1993 Foi constituído há 27 anos o Lugar do Desenho -- Fundação Júlio Resende, em Gondomar, com base em cerca de 2 mil papéis do pintor (1917-2011).

2004 O plano do comissário europeu (1999-2004) António Vitorino (n.1957) para as políticas de imigração e asilo foi adotado há 16 anos pela UE.

2008 A maioria parlamentar socialista aprovou há 12 anos a proposta do Governo (de Sócrates) de nacionalização do Banco Português de Negócios (BPN), com os votos contra de todas as bancadas da oposição.

2014 A Espírito Santo Control S.A., holding de topo da família no centro da polémica com o GES, solicitou há 6 anos a sua insolvência, que foi aceite pelo Tribunal do Comércio do Luxemburgo.

2018 Entrou em vigor há 2 anos a nova ronda de sanções ao Irão, imposta pelos EUA, uma consequência da decisão do Presidente Donald Trump de retirar o seu País do acordo nuclear com o Irão de 2015, e que terá reforçado ainda mais a posição daquele país na Região.

Os comentários estão desactivados.