Sociedade

Três novos casos de legionela no Grande Porto

Subiu para 85 o número de casos no surto nos concelhos da Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Matosinhos.

O surto de legionela que está a fustigar a região do Grande Porto registou esta quarta-feira mais três novos casos, com os doentes a darem entrada no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, avançou a Lusa. Com estes casos, sobe para 97 o número de pessoas que contraíram a doença desde 29 de outubro, 85 das quais no surto nos concelhos da Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Matosinhos. Há ainda registo de nove mortes.

12 internados
No hospital que recebeu estes três novos casos mantêm-se internadas 12 pessoas com a doença dos legionários, num total de 47 que já foram assistidas nesta unidade, onde já se registaram sete óbitos. Houve, porém, uma redução do número de internados tanto no Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde - duas mortes registadas - como no Hospital de São João, no Porto, que já assistiu dez pessoas.

Origem por descobrir
A Autoridade de Saúde de Matosinhos já procedeu à suspensão do funcionamento das torres de refrigeração de duas fábricas, localizadas no concelho de Matosinhos, mas a origem do surto continua por descobrir. A Câmara de Matosinhos está, por isso, a “acompanhar de perto e com preocupação o desenvolvimento da situação”.