Sociedade

Homem morre na sequência de um tiroteio em restaurante no Funchal

 O suspeito, um homem de 64 anos, ter-se-á colocado em fuga após o crime. 

Um tiroteio num restaurante no Funchal, na ilha da Madeira, provocou a morte de um homem de 51 anos e deixou um de 43 ferido. 

O alerta para o acidente foi registado às 23h00. Tudo começou com uma discussão verbal entre vários indivíduos sobre quem pagaria a conta, segundo declarações do dono do estabelecimento Magno Rodrigues à Lusa.  “Seis ou sete pessoas chegaram ao bar cerca das 23:00 e tomaram uma bebida e depois um deles começou uma discussão do nada, sobre quem iria pagar a conta, e ameaçou que dava um tiro”, adiantou Magno Rodrigues.

Quando o proprietário do estabelecimento foi ao andar inferior do estabelecimento, para ir ao escritório, ouviu "dois tiros". Tudo indica que o homem se dirigiu ao carro "para ir mesmo buscar a arma”, contou ainda. “Subi e dei-me conta do que se tinha passado, ele tinha dado um tiro mortal no peito do outro homem, que era um frequentador habitual do bar, uma pessoa pacata, que não fazia mal a ninguém”, afirmou.

O suspeito, um homem de 64 anos, ter-se-á colocado em fuga após o crime. No entanto, as autoridades acabaram por detê-lo perto do local do crime, local onde residia, pode ler-se num comunicado da PSP da Madeira. 

O óbito do homem de 51 anos foi declarado no local. Já o ferido foi transportado para o hospital para receber assistência médica depois de ter sido "atingido de raspão a perna”.

O suspeito está fortemente indiciado pela prática de um crime de homicídio qualificado, um crime de homicídio qualificado na forma tentada e um crime de posse de arma proibida. Irá ser presente a primeiro interrogatório judicial este sábado, onde lhe serão aplicadas as medidas de coação tidas como adequadas.