Sociedade

Família acusa hospital de Portimão de negligência médica após bebé sofrer lesões cerebrais durante parto

Mãe esteve 20 horas em trabalho de parto.


Uma família apresentou queixa ao Ministério Público (MP) por negligência médica, depois de um bebé sofrer, alegadamente, uma fratura no crânio, hemorragia e lesões cerebrais durante o parto no hospital de Portimão, no Algarve, avança o Correio da Manhã.

Segundo o mesmo jornal, a mulher deu entrada naquela unidade hospitalar, no passado dia 2 de outubro, pelas 23h30, depois de lhe rebentarem as águas.

A mãe terá estado 20 horas em trabalho de parto até o filho nascer, no dia seguinte, pelas 19h08.

A família considera que existiu negligência médica por parte da equipa médica que acompanhou a grávida, tendo já apresentado queixa no MP, uma vez que alegam que o recém-nascido sofreu uma fratura no crânio, hemorragia e lesões cerebrais no parto.