Economia

Empresas apontam para aumento nominal de 4,9% nas exportações em 2021

Apesar do aumento, os números não estão próximos dos valores alcançados antes da pandemia.

As empresas exportadoras apontam para um crescimento nominal de 4,9% das suas exportações em 2021 face ao ano anterior. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

"Apesar destes valores representarem uma melhoria face às perspetivas indicadas pelas empresas para 2020 no inquérito precedente (-13,0%), não permitem ainda assim uma recuperação para valores próximos dos registados antes da pandemia", pode ler-se no relatório do INE. 

"Efetivamente, a confirmarem-se estas perspetivas, o valor das exportações de bens em 2021 corresponderá a um nível 12,8% inferior ao total das exportações de bens verificado em 2019", acrescenta ainda a agência de estatísticas. 

De acordo com o INE, as empresas esperam um acréscimo de 4,4% nas exportações para os mercados Extra-UE e de 5,2% para os países Intra-UE. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as expetativas reveladas pelas empresas indicam um acréscimo esperado de 4,5% em 2021 (+3,4% no Comércio Extra-UE e +4,9% no Comércio Intra-UE).