Sociedade

Hospital Garcia de Orta volta a esgotar capacidade para doentes covid

Hospital em Almada regista taxa de ocupação superior a 250%.

 


O Hospital Garcia de Orta assistiu, este sábado, a um crescimento dos internamentos de infetados com covid-19, tendo atingido a capacidade máxima de camas afetas a estes doentes.

Neste momento, há um total de 169 infetados afetos à unidade de saúde, 148 estão internados em enfermaria, 18 doentes em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e três doentes internados em Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD), segundo um comunicado do hospital.

“Mantém-se a enorme pressão assistencial, devido à elevada procura de doentes covid e doentes não Covid e que dura há mais de 10 semanas, tendo o hospital de recorrer a transferências para outros hospitais do país”, informa o Garcia de Orta.

O hospital permanece no nível III do seu Plano de Contingência, registando uma taxa de ocupação superior a 250%, relativamente ao que previa o Plano de Contingência.

“A falta de recursos humanos clínicos, sobretudo especializados, derivada de uma escassez dos mesmos, a que se juntam as elevadas taxas de absentismo, por isolamento ou doença assumem, neste momento, um constrangimento com impacto na atividade do Hospital”, lê-se ainda no mesmo comunicado.