Desporto

Adeptos do Marselha invadem centro de treinos. Jogo frente ao Rennes adiado

Cerca de 300 adeptos invadiram o centro de treinos do Marselha, clube comandado pelo português Villas-Boas.


O Marselha-Rennes, agendado para a noite deste sábado, foi adiado, anunciou a Ligue 1. Em causa está o facto de vários adeptos do Marselha terem invadido o centro de treinos do clube treinado pelo português André Villas-Boas.

“Tendo em conta os incidentes ocorridos esta tarde no centro de treinos do Marselha, o jogo OM - Stade Rennais FC (22ª jornada da Ligue 1) foi adiado para uma data posterior”, lê-se no comunicado divulgado.

De acordo com a imprensa francesa, cerca de 300 adeptos do Marselha entraram nas instalações do clube, para protestar contra os jogadores e sobretudo contra o presidente do clube, Jacques-Henri Eyraud.

Pelo menos 25 adeptos foram detidos.