Sociedade

PJ detém condenada por burla e falsificação. Mulher mudava de residência para 'fugir' às autoridades

A agora detida tinha sido condenada em 2017 e desde então que o mandado de detenção para cumprimento de pena estava pendente. 


A Polícia Judiciária (PJ) localizou e deteve uma mulher, de 51 anos, relativamente à qual existia um mandado de detenção para cumprimento de pena de sete anos de prisão pela prática de quatro crimes de falsificação de documento e três crimes de burla qualificada.

A autoridade revela, esta terça-feira, em comunicado, que a mulher foi condenada em março de 2017 e “desde então eximiu-se à ação das autoridades, tendo mudado várias vezes de residência”.

A detida foi conduzida ao competente estabelecimento prisional onde irá cumprir a pena em que foi condenada.