Vida

Viúva de Larry King vai contestar o testamento do apresentador em tribunal

A esposa de Larry King, cujo processo de divórcio nunca foi concluído, afirma que não tinha conhecimento de um "testamento secreto" que a excluía da herança e acredita que o apresentador terá sido pressionado a escrevê-lo.

A viúva de Larry King, Shawn King, afirma que foi "apanhada de surpresa" pela revelação da existência de um testamento que a excluía da herança do apresentador.

Na semana passada, foram revelados detalhes sobre o documento, elaborado no dia 17 de outubro de 2019 – dois meses após ter assinado os papéis de divórcio da sua sétima esposa –, que instruía que a fortuna de King fosse repartida pelos seus cinco filhos, dois dos quais morreram no verão de 2020. No entanto, a esposa, cujo processo de divórcio nunca foi concluído, afirma que não tinha conhecimento desse testamento e acredita que o apresentador terá sido pressionado a escrevê-lo.

"Tínhamos um plano de propriedade familiar muito claro", afirmou Shawn à revista Page Six, acrescentando que o plano foi elaborado "como um casal", em 2015. "Ainda existe e é a sua vontade legítima. Ponto final. E eu acredito plenamente que seu plano vai prevalecer, os meus advogados vão contestar", disse.

Em entrevista à mesma publicação, Larry King afirmou, antes da sua morte, que ele e a ex-mulher se tornaram amigos próximos novamente após o divórcio. Shawn afirma que falava com o apresentador diariamente mas que ele nunca lhe tinha falado do testamento secreto.

Também os filhos do casal – Cannon e Chance, de 20 e 21 anos, ficaram "chocados" com a revelação e irão apoiar a mãe no processo legal. "Eles não estão felizes com isto", disse Shawn.