Sociedade

Mulher é detida depois de rasgar roupa e acusar agentes da PSP de a quererem violar

Suspeita tinha pendente um mandado de detenção.

A PSP de Viseu deteve, na madrugada desta quarta-feira, uma mulher, de 29  anos, por coação e injúrias contra agente de autoridade.

A força de segurança revelou que a detida circulava num veículo automóvel numa das artérias da cidade e, ao ser fiscalizada, reagiu de forma agressiva, coagiu e injuriou os agentes de autoridade. Durante a abordagem, a suspeita auto agrediu-se, rasgou a sua indumentária, e afirmou que iria imputar esses atos aos agentes policiais. No decorrer da ocorrência verificou-se que a mesma tinha pendente um mandado de detenção.

Em declarações ao Jornal do Centro, o comandante da PSP de Viseu, Vítor Rodrigues, contou que a mulher começou a rasgar as suas roupas quando os agentes se aproximaram, gritando que a estavam a violar.

"Ordenou também a filha a tirar a roupa e a gritar que também queriam violar a filha", contou, revelando que, enquanto isso, um terceiro passageiro filmava.

"Foi um filme o que aconteceu", considerou.

A detida foi hoje presente ao Tribunal Judicial de Viseu.