Desporto

Acusação de violência doméstica mantém Giggs afastado de jogos do País de Gales

O selecionador galês vai falhar o arranque do apuramento ao Mundial 2022.

Ryan Giggs, que foi alvo de uma acusação de violência doméstica no ano passado, não vai poder sentar-se no banco da seleção que orienta, durante o início do apuramento para o Campeonato Mundial. A própria federação galesa fez o anúncio, referindo ter decidido, em concordância com Giggs, que "o selecionador nacional não estará envolvido na próxima pausa internacional".

A acusação data de novembro do ano passado, quando o antigo jogador do Manchester United foi detido por suspeitas de violência doméstica contra a sua companheira na altura. Acusação que deverá levar o técnico a tribunal em maio deste ano. Desde então, Giggs foi afastado temporariamente da seleção nacional do País de Gales, ainda que tenha negado todas as acusações.

O técnico vai assim falhar os jogos com a Bélgica e a República Checa para a qualificação do Mundial 2022, para além de um particular com o México.