Vida

Harry e Meghan Markle confirmam que não se casaram secretamente

Na polémica entrevista, a ex-atriz tinha referido que se tinha casado com Harry dias antes da cerimónia que o mundo acompanhou.

O casamento secreto que Meghan Markle descreveu na polémica entrevista a Oprah Winfrey não aconteceu.

Face às especulações, um porta-voz  dos duques de Sussex disse ao Daily Beast que Meghan e o príncipe Harry trocaram “votos pessoais alguns dias antes de seu casamento oficial legal a 19 de maio”.

Na polémica entrevista, a ex-atriz tinha referido que se tinha casado dias antes da cerimónia que o mundo acompanhou. "Três dias antes do nosso casamento, casámos. Ninguém sabe disso, mas chamámos o arcebispo de Canterbury e apenas dissemos 'esta coisa, este espetáculo é para o mundo, mas queremos a nossa união entre nós'", disse Meghan, acrescentando que trocaram votos que foram emoldurados no seu quarto.

Segundo o Daily Beast, o ato de "trocar votos" não constitui um casamento formal e, assim, a união secreta do casal real deixa de ser legítima.

O The Sun já tinha acedido à certidão de casamento dos duques de Sussex, que também confirmou que a data legal do casamento é a 19 de maio.

Recorde-se que as especulações de que Meghan Markle, de 39 anos, tinha distorcido a verdade começam imediatamente depois de a entrevista ser transmitida. Já no início do mês, um padre do Reino Unido negou a versão da ex-atriz, explicando que a Igreja de Inglaterra exige duas testemunhas para que qualquer casamento seja válido e as cerimónias têm de decorrer num “local de culto certificado”.