Sociedade

Homem ateou fogo à própria habitação com a mulher e o filho lá dentro

Residêndia, num prédio na Amadora, ficou inabitável.


Um homem, de 52 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ), pela existência de fortes indícios da prática de crime de incêndio urbano.

Os factos ocorreram na madrugada da passada quarta-feira. Segundo revela a autoridade, num comunicado emitido esta sexta-feira, o homem, com hábitos de alcoolismo, terá ateado fogo à sua própria habitação, enquanto a companheira e um filho lá se encontravam.

“A residência, situada num prédio na Amadora, ficou inabitável, tendo existido o perigo de alastramento aos restantes apartamentos”, informa a PJ, que revela ainda que não se registaram feridos.

A investigação apurou que o suspeito já tinha ameaçado, anteriormente, que um dia iria incendiar a habitação.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações periódicas às autoridades.