Cultura

Os jardins do Taguspark têm uma nova peça de arte urbana única

Instaladas numa das manchas verdes da Cidade do Conhecimento, as estruturas em madeira, com as suas geometrias inesperadas, proporcionam um ambiente único, conseguido através de um jogo de sombras e luz, que permite ao visitante abstrair-se momentaneamente do espaço envolvente.

Os jardins do Taguspark têm uma nova instalação artística. A Umbra é constituída por 200 quadrados de madeira, que criam a ilusão de uma curva e têm a capacidade de criar um ambiente único de sombras e luz.

A obra, da autoria do grupo Rethorica Studio, junta-se ao roteiro de arte urbana da Cidade do Conhecimento, que pode ser visitado diariamente em Oeiras.

“A peça de arte urbana Umbra é mais um marco do museu de arte urbana em desenvolvimento no Taguspark e que já conta com obras de diferentes artistas plásticos, espalhadas por vários espaços. A arte e a cultura fazem parte do projeto que estamos a desenvolver na Cidade do Conhecimento. ‘’Queremos que este espaço, com uma localização única, que fomente o bem-estar e a felicidade”, afirma Eduardo Baptista Correia, CEO do Taguspark.

A Umbra é uma instalação implementada nos jardins dos Edifícios Inovação do Taguspark. Em duas peças e concretiza-se na rotação de cada quadrado em torno de um plano diretor, criando a ilusão de uma curva.

As estruturas em madeira, de geometrias inesperadas, proporcionam um ambiente único, conseguido através de um jogo de sombras e luz, que permite ao visitante abstrair-se momentaneamente do espaço envolvente.

“A ação sobre um objecto consegue mudar a percepção sobre o mesmo”. É desta forma que o Rethorica Studio define a peça, que faz questionar o visitante sobre a sua construção.

O grupo Rethorica Studio foi criado em 2015 por quatro estudantes ligados às  áreas da arquitetura, design e ilustração. É um atelier cuja base de estudo é a arquitetura mas a sua acção abraça diferentes artes criativas. No seu percurso contam já com vários projectos de arquitectura, design de interiores, gráfico e de mobiliário, assim como a participação em vários eventos nacionais e internacionais, como o AURA, Boom Festival, Web Summit, Loures Arte Pública, Village Underground. O grupo é atualmente composto por Pedro Pereira, Miguel Madrinha e Vasco Duque.