Sociedade

Terceira dose da vacina da Pfizer será "provavelmente necessária"

A Pfizer e a BioNTech já tinham anunciado, em fevereiro, que estavam a estudar o efeito de uma terceira dose da vacina para combater as novas variantes.

 

Quem tomou a vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 "provavelmente" irá necessitar de uma terceira dose, num espaço de até 12 meses após receber a segunda, além de uma dose anual. Quem o diz é o CEO da farmacêutica norte-americana.

"Uma hipótese plausível é que provavelmente será necessária uma terceira dose, entre seis a doze meses [seguintes à toma das duas primeiras doses], e a partir daí uma vacinação a cada ano", disse Albert Bourla, em entrevista ao canal norte-americano CNBC.

No entanto, a questão ainda "precisa de ser confirmada" e todas as hipóteses estão a ser estudadas, mas Bourla adianta que é "muito provável" que aconteçam, principalmente por causa das novas variantes do vírus. 

"E, novamente, as variantes desempenharão um papel fundamental. É extremamente importante suprimir o grupo de pessoas que podem ser suscetíveis ao vírus", sublinhou. 

A Pfizer e a BioNTech já tinham anunciado, em fevereiro, que estavam a estudar o efeito de uma terceira dose da vacina para combater as novas variantes.