Internacional

Mensagens nos copos da McDonald’s e boleias de Uber e Lyft: Os planos de Joe Biden para vacinar os norte-americanos

Joe Biden antecipou recentemente a meta de vacinação do país e pretende agora que 70% da população adulta receba, pelo menos, a primeira dose da vacina contra a covid-19 até 4 de julho.


O Presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, anunciou, na terça-feira, uma parceria entre a Casa Branca e as empresas Lyft e Uber. Agora quem quiser ser vacinado contra a covid-19 terá a deslocação oferecida por estas duas plataformas.

"As pessoas terão simplesmente de selecionar um local de vacinação próximo delas, seguir instruções simples para conseguir a sua oferta e, em seguida, apanhar a boleia gratuita até a um posto de vacinação", lê-se num comunicado divulgado pela administração de Biden.

A iniciativa estará em vigor desde o próximo dia 24 de maio até ao feriado da independência dos EUA – celebrado a 4 de julho. De realçar que Joe Biden antecipou recentemente a meta de vacinação do país e pretende agora que 70% da população adulta receba, pelo menos, a primeira dose da vacina contra a covid-19 até essa data.

Já esta quarta-feira, a cadeia mundial de restaurantes de fast food McDonald's anunciou que irá promover uma campanha de vacinação numa parceria com o governo norte-americano.

Em julho, os copos de café terão mensagens de incentivo à vacinação contra a covid-19, e, já este mês, irá ser colocado um outdoor na Times Square, em Nova Iorque, com informações sobre a imunização.

A parceria irá “ajudar as pessoas a tomar decisões informadas sobre a sua saúde e a conhecer as medidas que podem tomar para protegerem-se a si e às suas comunidades”, afirmou, em comunicado, Xavier Becerra, secretário de saúde do país.